Notícias

Data: 2020-02-28
  • VM

Está a decorrer até 20 de março, o período de candidaturas a tabernas para a XXIV Viagem Medieval em Terra de Santa Maria que volta a transformar o centro histórico de Santa Maria da Feira entre 29 de julho e 9 de agosto.

As tabernas, locais privilegiados de encontro, convívio e partilha, dão a conhecer aos milhares de visitantes esperados nos doze dias da viagem, os verdadeiros sabores medievais. As opções serão muitas, sempre bem regadas, mas em comum far-nos-ão viajar no tempo.

A XXIV Viagem Medieval em Terra de Santa Maria, um evento de referência a nível nacional e internacional, com vários prémios arrecadados, resulta da organização conjunta da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Empresa Municipal Feira Viva – Cultura e Desporto e Federação das Coletividades de Cultura e Recreio do Concelho de Santa Maria da Feira, e conta, este ano, com a Rainha D. Leonor e o Mestre de Avis como protagonistas.


» Tabernas (regulamento)
» Formulário
» Anexo I
» Anexo II
» Anexo III

Contexto histórico:
A primeira crise dinástica do jovem Portugal surge logo após a morte de D. Fernando, em 1383, ficando a Rainha D. Leonor como regente e defensora do reino, enquanto sua filha D. Beatriz, mulher de João I de Castela, não tivesse filhos com idade para governar. Com este pretexto e na possibilidade de se perder a independência portuguesa, começam a aparecer grupos de fidalgos que se insurgem contra a Regente e o seu conselheiro, o Conde Andeiro. O Mestre de Avis, meio irmão de D. Fernando, Rui Pereira e outros fidalgos, são os principais protagonistas deste enredo que se inicia com a morte do Conde e termina com o Mestre a ser aclamado, pelas gentes de Lisboa, como Regedor e Defensor do Reino.

Viagem Medieval 2020

Bilhetes | Pulseiras